» Agenda Maio. 08 «

30 Seconds To Mars
3 de Maio, Pavilhão Atlântico
Adriana Calcanhoto
19 e 20 de Maio, Coliseu dos Recreios
24 de Maio, Torres Vedras
29 e 30 de Maio, Coliseu do Porto
31 de Maio, Guimarães
Bebel Gilberto
12 de Maio, Casa da Música
13 de Maio, Aula Magna
Bobby McFerrin
12 de Maio, Coliseu dos Recreios
13 de Maio, Casa da Música
Cat Power
26 de Maio, Coliseu dos Recreios
28 de Maio, Coliseu do Porto
Einstürzende Neubauten
3 de Maio, Casa da Música
4 de Maio, Aula Magna
Joe Cocker
21 de Maio, Pavilhão Municipal de Gaia
Nouvelle Vague
16 de Maio, Açores
The National
11 de Maio, Aula Magna

»Ver mais agenda AQUI

Posts recentes

Joy Divison ao vivo antec...

subscrever feeds

Quinta-feira, 1 de Novembro de 2007

Joy Divison ao vivo antecipa estreia do filme sobre a vida de Ian Curtis

A duas semanas da estreia do filme "Control", sobre Ian Curtis, vocalista dos Joy Divison, acabam de ser reeditados em Portugal três álbuns do grupo britânico que incluem gravações ao vivo feitas entre 1979 e 1980.

"Unknown pleasures" (1979), o primeiro e único álbum dos Joy Divison editado antes de Ian Curtis se ter suicidado, integra uma gravação de um concerto que a banda deu em Julho de 1979 no The Factory, em Manchester.

Neste CD ao vivo surgem temas que a banda só iria editar nos dois discos seguintes, como "Atrocity Exibition", incluído no álbum "Closer" (1980), e "Transmission", que faz parte da compilação "Still" (1981).

O álbum "Closer" contém uma gravação do concerto que a banda deu na University of London Union, enquanto "Still" apresenta como bónus o registo ao vivo no High Wycombe Town Hall, ambos em Fevereiro de 1980, três meses antes da morte de Curtis.

A banda formou-se em Manchester em 1977 em plena explosão punk no Reino Unido, mas com uma sonoridade e postura que se diferenciavam daquele movimento anárquico, praticando uma sonoridade rock, pós-punk, assente na voz soturna de Ian Curtis, em imponentes linhas de baixo e uma secção rítmica entre o hipnótico e o dançável.

Os Joy Division, que chegaram a chamar-se Warsaw, tiveram uma curta mas intensa existência de três anos, até à morte do carismático vocalista, a 18 de Maio de 1980, com apenas 23 anos.

Vinte e sete anos depois da sua morte, no dia 15 estreia em Portugal o filme biográfico "Control", assinado pelo fotógrafo holandês Anton Corbjin, e centrado sobretudo em Ian Curtis.

O filme foi distinguido no último Festival de Cannes e lidera com 10 nomeações o Festival de cinema independente do Reino Unido, que decorrerá no final deste mês.

publicado por JN às 17:48

link do post | comentar | favorito

Tags

todas as tags