» Agenda Maio. 08 «

30 Seconds To Mars
3 de Maio, Pavilhão Atlântico
Adriana Calcanhoto
19 e 20 de Maio, Coliseu dos Recreios
24 de Maio, Torres Vedras
29 e 30 de Maio, Coliseu do Porto
31 de Maio, Guimarães
Bebel Gilberto
12 de Maio, Casa da Música
13 de Maio, Aula Magna
Bobby McFerrin
12 de Maio, Coliseu dos Recreios
13 de Maio, Casa da Música
Cat Power
26 de Maio, Coliseu dos Recreios
28 de Maio, Coliseu do Porto
Einstürzende Neubauten
3 de Maio, Casa da Música
4 de Maio, Aula Magna
Joe Cocker
21 de Maio, Pavilhão Municipal de Gaia
Nouvelle Vague
16 de Maio, Açores
The National
11 de Maio, Aula Magna

»Ver mais agenda AQUI

Posts recentes

30 Seconds to Mars actuam...

Nouvelle Vague after show

Parabéns Plano B

Pendragon actuam na aula ...

Semente gravam dvd ao viv...

Peter Murphy em Gaia

“Ritmos” em exposição

Festival de dança em Alco...

Billy Cobhan dá concerto ...

Rock n’ festa

Rão Kyao e Yanan em "Port...

Mundo Cão em Portalegre

World Music em Leiria

Cartaz do Lisboa Cosmopol...

Paulo Barros dá concerto ...

London After Midnight na ...

Moonspell regressam às or...

Inverter Lisboa

Jazz anima Ponta Delgada ...

Sons em cena no mês de Ou...

subscrever feeds

Quinta-feira, 18 de Outubro de 2007

Rão Kyao e Yanan em "Porto Interior"

A flauta de bambu de Rão Kyao e o peipá chinês de Yanan vão protagonizar esta sexta-feira, dia 19, um encontro musical que celebra a amizade secular luso-chinesa, num concerto intitulado "Porto Interior" que decorre no Centro Cultural de Belém.


Temas originais e repertórios do folclore clássico português e chinês, com uma incursão no fado e na improvisação, serão interpretados pelo músico Rão Kyao e Yanan, antiga solista da Orquestra Filarmónica da China.  


Considerado o instrumento melódico mais antigo da história da música, a flauta de bambu alia-se neste espectáculo com o peipá, um instrumento musical de quatro cordas tipicamente chinês, datado do século IV.  


O espectáculo está previsto para as 21:00 e é uma co-produção entre o Centro Cultural de Belém e a Fundação Jorge Tavares.

publicado por JN às 19:25

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 16 de Outubro de 2007

Mundo Cão em Portalegre

Os Mundo Cão actuam, dia 26, no Centro de Artes e Espectáculos de Portalegre. A partir das 23:00 será possível ouvir, no espaço Café-Concerto, uma das bandas revelação do panorama musical português deste ano.
Pedro Laginha, um “quase novato” nestas andanças, deu voz à lírica cáustica de Adolfo Luxúria Canibal. Duarte Nuno pegou no baixo, Budda, na guitarra, Vasco Vaz e Miguel Pedro, membros dos Mão Morta, fizeram as honras na guitarra e bateria, respectivamente. São uma banda rock e dispensam mais rótulos. “Morfina” foi o 1.º single e um enorme sucesso. “Caixão da Razão” é o mais recente single, deste primeiro álbum homónimo.

publicado por JN às 14:47

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 15 de Outubro de 2007

World Music em Leiria


Leiria recebe, esta quinta-feira, dois grandes nomes da world music: Vieux Farka Touré e Tinariwen. Juntos formam o alinhamento do “Festival do Deserto”, a decorrer no Teatro José Lúcio da Silva, pelas 21:30.

 

Vieux Farka Touré (filho do falecido Ali Farka Touré, a maior lenda do blues africano), que se tornou músico contrariando o pai, cedo começou a tocar percussões em bandas locais. Em 1999, entra no National Arts Institute em Bamako para aprender a tocar guitarra (tal como o seu pai).

 

A maneira como se exprime na guitarra (o som que cria, as melodias, os solos) tem deixado alguns dos melhores guitarristas impressionados pelo seu dom: Carlos Santana, Eric Clapton e Ry Cooder são alguns dos seus fãs. Os seus concertos sempre electrizantes onde se combinam as linguagens rock, reggae e pop não têm deixado ninguém indiferente. Lança agora o seu primeiro disco onde se podem escutar a kora de Toumani Diabaté e, a guitarra do seu pai, Ali Farka Touré, na sua última gravação.

 

Os Tinariwen têm-se destacado desde há dois anos a esta parte como um dos grupos de maior expressão da chamada world music com tours ininterruptas por todo o mundo (numa delas chegaram a abrir alguns concertos para os Rolling Stones). O disco novo, Aman Iman: Water Is Life é o mote principal deste concerto. O som dos Tinariwen navega entre os blues, o jazz, o rock e a música étnica e tal como a maioria do rock que se faz e que sempre se fez, traz uma mensagem a quem ouve: uma mensagem politizada, de alerta, de esperança e de paz. Do seu já grande número de fãs incondicionais encontram-se Thom Yorke (Radiohead), Bono (U2), Robert Plant (Led Zeppelin) e Carlos Santana.

publicado por JN às 15:47

link do post | comentar | favorito
Domingo, 14 de Outubro de 2007

Cartaz do Lisboa Cosmopolis

Já é conhecido o cartaz do Festival Cosmopolis, que se realiza em Lisboa nos dias 16 e 17 de Novembro. 

O primeiro dia do festival, no cinema S. Jorge, conta com a presença dos Coldfinger, a única banda portuguesa que sobe ao palco, Grand National e Young Gods , que se estreiam em formato acústico.

O Cosmopolis traz a Lisboa, também neste dia, uma extensão do Festival ViMus.

O Musicbox recebe o segundo dia do festival, que conta com as actuações de Slimmy e Pravda.

publicado por JN às 19:30

link do post | comentar | favorito
Sábado, 13 de Outubro de 2007

Paulo Barros dá concerto virtual no SL

Paulo Barros, fundador e guitarrista dos Tarantula, vai actuar em "play-back"no mundo virtual Second Life (SL) na próxima quarta-feira, dia 17. O avatar (personagem virtual) do músico aparecerá pelas 22:00 na ilha Portugal Lisboa SL, acompanhado pelos avatares do baixista José Aguiar e do baterista Nelson Silva. Neste concerto Paulo Barros vai apresentar o seu terceiro álbum a solo: "K:arma 6".

Carlos Pinto, da editora Gluetone, referiu que os seis temas do concerto foram gravados em estúdio para serem reproduzidos no SL e que os avatares serão manipulados por "pessoas experientes" e não pelos próprios músicos.

Paulo Barros pretende assistir ao seu concerto no SL, apesar de nunca ter frequentado o espaço: "Estou com curiosidade de ver como se processa. Vou ver como se fosse um jogo de computador, apesar de não gostar desse tipo de jogos". Com esta iniciativa, o músico pretende promover o novo álbum e chegar a um público mais jovem.

O Second Life acolhe diariamente dezenas de concertos, mas na sua maioria em directo, sendo rara a utilização desta plataforma para transmissão de concertos previamente gravados.
  

publicado por JN às 19:30

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 12 de Outubro de 2007

London After Midnight na 1.ª edição do DEAD HOUR FEST

Corroios recebe, a 10 de Novembro, a 1.ª edição do DEAD HOUR FEST, um mini- festival dedicado ao movimento gótico e industrial. O festival estreia-se com a presença de peso dos London After Midnight, uma das maiores referências do género na actualidade.


Os London After Midnight (LAM) são uma banda de rock formada nos anos 90 pelo cantor/compositor/multi-instrumentista e produtor Sean Brennan, marcada pelo activismo social e político do punk e por ambiências mais negras.
Com uma carreira de mais de 10 anos, os LAM têm fãs em todo o mundo, já foram cabeças de cartaz e abriram concertos e festivais para bandas como The Cure, Green Day, Rammmstein, Soft Cell ou Him. Não se pode classificar esta banda como pura e simplesmente industrial, goth-rock ou death-rock porque na verdade não o são, apesar do imaginário estético que os envolve.


A abrir o festival, que terá início às 19h, estarão as bandas portuguesas Waste Disposal Machine, Noctívagus e a que mais destaque tem no panorama gótico, os Phantom Vision.

publicado por JN às 17:50

link do post | comentar | favorito

Moonspell regressam às origens com “Under Satanae”

Dia 31 de Outubro, no Coliseu de Lisboa, os Moonspell vão levar o público numa descida ao “Inferno”, nome dado ao concerto que apresenta os temas dos primeiros trabalhos discográficos da banda, que datam de 1990, agora recuperados no recém editado “Under Satanae”. A banda de Fernando Ribeiro regressou às origens e reuniu registos como "Serpent Angel" (1992), "Anno Satanae" (1993) e "Under the Moonspell" (1994).


Neste concerto, que coincide com o Dia das Bruxas, os Moonspell contam também com a presença dos checos Root e dos portugueses Kalashnikov no palco do Coliseu.
Depois do concerto, os Moonspell entram em pré-produção do novo álbum de originais, novamente com Waldemar Sorychta, e as gravações só deverão ocorrer em Janeiro, na Dinamarca, com o produtor Tue Madsen.  


Os Moonspell são a banda heavy metal portuguesa com maior projecção internacional, vencedores dos Prémios Europeus de Música da MTV de 2006 para melhor grupo português, e este ano já editaram "The great silver eye", o seu primeiro “best of”.

publicado por JN às 16:52

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 11 de Outubro de 2007

Inverter Lisboa

A artista francesa Sandra Reignoux, que actua sob o nome de SRX, resolveu convidar alguns dos seus artistas predilectos e realizar o Inversion Festival, um festival em dois actos. São duas noites com programação distinta em dois espaços distintos.
A noite de dia 12, na Fábrica Braço de Prata, é de sons tímidos e melancolias aguçadas pelos belgas Half Asleep, pelo dedilhar da guitarra portuguesa de Alexandre Bateiras e pela intimidade da voz de Noiserv.
Em sintonia com a mudança de cenário, para a Galeria Zé dos Bois, na noite de dia 13, está a mudança de ritmos, menos convencionais. Os ingleses Oliver Hill (Terminal Outputs) e Harry Astra (Family Battle Snake) actuam juntos, formando um duo exclusivo para este festival. Julianna Barwick é um dos novos nomes da cena musical nova-iorquina e promete encantar com a delicadeza das suas canções. Nesta noite sobem também ao palco os portugueses Space Study 1.4 e Tiago Sousa.

publicado por JN às 16:34

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 9 de Outubro de 2007

Jazz anima Ponta Delgada durante três dias

A 9.ª edição do Festival de Jazz de Ponta Delgada, nos Açores, arranca dia 25 de Outubro. O Teatro Micaelense recebe, no primeiro dia do festival, “Carlos Barreto – In Loko”. Além de Carlos Barretto, Bernardo Sassetti e Hugo Menezes (convidado especial), a formação que abre o festival é ainda composta por João Moreira, José Salgueiro e Mário Delgado, adiantou Rui Damião Melo, membro da Associação Jazz Açores, que organiza o evento.  

 

Dia 26 é a vez do grupo nova-iorquino "The Cooper – Moore Trio" subir ao palco. Rui Damião Melo destaca o facto de Cooper-Moore, conhecido como homem de muitos ofícios instrumentais e variados recursos estilísticos, trazer até à ilha de São Miguel instrumentos que o próprio fabrica. 

 

 No último dia do festival actuam os também nova-iorquinos "Henry Grimes Trio".  Uma oportunidade para poder ver ao vivo o contrabaixista Henry Grimes, companheiro de palco de alguns dos maiores músicos de Jazz, que regressou aos palcos em 2003, depois de 35 anos de interregno.

publicado por JN às 19:30

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 8 de Outubro de 2007

Sons em cena no mês de Outubro

Outubro estreou-se com o Dia Mundial da Música e os sons estão em cena durante todo o mês. 

O cantor brasileiro Caetano Veloso volta a Portugal, depois de ter lançado em 2006 “Cê”, para actuar nos Coliseus de Lisboa, dia 12 e 13, do Porto, dia 15 e 16 e, finalmente, dia 17 no Pavilhão Multiusos de Coimbra.

A Casa da Música, no Porto, recebe, dia 13, os Tuxedomoon. A passagem por Portugal ocorre numa altura em que estão prestes a lançar “Vapour Trails”, que já pode ser encomendado no MySpace da banda. 

O líder dos Lambchop, Kurt Wagner, apresenta-se a solo dia 17 no Santiago Alquimista, em Lisboa.

Os God is an Astronaut marcam presença em Portugal com três concertos. Dia 18 no Passos Manuel, no Porto, dia 19 no Santiago Alquimista, em Lisboa, e dia 20, no Centro de Artes e Espectáculos em Portalegre.

Os madrilenos Isabel la Alcoholica, cujo nome “homenageia” a rua madrilena Isabel la Católica, onde a banda se formou, actuam dia 19 no Plano B, no Porto. Juan e Martin prometem um electro punk riscado pela voz de Christina.

Os WhoMadeWho actuam dia 25 no Lux, em Lisboa, e dia 26 no Indústria, no Porto, onde partilham o palco com Paulo Furtado, a dupla Phillips e Justamine, e Gustavo. Também dia 26, os portugueses Dollar Llama actuam em Lisboa, no Santiago Alquimista.
The Sea and Cake tocam dia 27 na Galeria Zé dos Bois, em Lisboa, e dia 29 n’O Meu Mercedes, no Porto.

Dia 27 é a vez do americano Mark Kozelek, conhecido pelo seu trabalho nos Red House Painters e nos Sun Kill Moon, actuar no Santiago Alquimista, em Lisboa.

O mês termina em grande com o concerto da veterana Patti Smith and Her Band, dia 28, no Coliseu de Lisboa. 
Tags:
publicado por JN às 16:47

link do post | comentar | favorito

Tags

todas as tags