» Agenda Maio. 08 «

30 Seconds To Mars
3 de Maio, Pavilhão Atlântico
Adriana Calcanhoto
19 e 20 de Maio, Coliseu dos Recreios
24 de Maio, Torres Vedras
29 e 30 de Maio, Coliseu do Porto
31 de Maio, Guimarães
Bebel Gilberto
12 de Maio, Casa da Música
13 de Maio, Aula Magna
Bobby McFerrin
12 de Maio, Coliseu dos Recreios
13 de Maio, Casa da Música
Cat Power
26 de Maio, Coliseu dos Recreios
28 de Maio, Coliseu do Porto
Einstürzende Neubauten
3 de Maio, Casa da Música
4 de Maio, Aula Magna
Joe Cocker
21 de Maio, Pavilhão Municipal de Gaia
Nouvelle Vague
16 de Maio, Açores
The National
11 de Maio, Aula Magna

»Ver mais agenda AQUI

Posts recentes

Editors: Melancolia enérg...

Editors actuam hoje no Co...

Editors actuam em Abril e...

Electrónica e rock são pr...

subscrever feeds

Sábado, 5 de Abril de 2008

Editors: Melancolia enérgica e contagiante no Coliseu do Porto


foto Sónia Magalhães

Um concerto seguro e, em vários momentos, arrebatador. O rock dos Editors é negro, mas explode com o poder da voz dura e agressiva de Tom Smith.

O Coliseu do Porto recebeu, na passada quinta-feira, à noite, a banda de Birmingham , que provou ter em Portugal uma legião de fãs. Não saíram defraudados da sala.

Temas como "An end has a start", "Munich" e " Fingers in the factories" mostraram a intensidade que a banda dedica ao palco. E quem faz comparações com os Interpol terá sérias dificuldades para se decidir nas preferências.

No palco, os Editors provam que a banda está em ascensão e não escondem as suas referências. Tom Smith interpretou "Lullaby", dos Cure, e alternou entre o piano e a guitarra em "The weight of the world" e "Banging heads", "colando" a voz a Ian Curtis, dos Joy Division. Enérgicos, deixaram a plateia do Coliseu absorvida.
Manuel Molinos 
Tags:
publicado por JN às 00:01

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 3 de Abril de 2008

Editors actuam hoje no Coliseu do Porto

Escassos meses após terem actuado no Pavilhão do Restelo, os Editors estão de regresso a Portugal. Ontem, tocaram em Lisboa, num concerto realizado na Praça de Touros do Campo Pequeno. Hoje, os autores de "The back room" sobem ao Porto para um espectáculo no Coliseu, às 21 horas. Ainda há bilhetes à venda, com preços que oscilam entre os 25 e os 28 euros.
Ler AQUI artigo na íntegra publicado na edição impressa do JN desta quinta-feira.
publicado por JN às 00:01

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 18 de Dezembro de 2007

Editors actuam em Abril em Lisboa e Porto

Os ingleses Editors vão regressar a Portugal no próximo ano para actuarem no Campo Pequeno, em Lisboa, a 2 de Abril, e no Coliseu do Porto, no dia seguinte.
A banda, que actuou no Pavilhão do Restelo em Novembro passado, vem apresentar o mais recente trabalho, "An End Has a Start", álbum que mantém o ritmo pós rock do disco de estreia.

Ler AQUI artigo na íntegra publicado na versão impressa do JN desta terça-feira.

publicado por JN às 00:04

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 16 de Novembro de 2007

Electrónica e rock são propostas para Lisboa

A cidade de Lisboa vai receber, hoje, dois eventos em dois locais distintos: no pavilhão do Restelo, actuam os britânicos Editors; o cinema São Jorge, por seu turno, recebe a primeira das duas noites do festival Cosmopolis e promete actuações dos Young Gods e dos Grand National.


Oriundos de Birmingham, os Editors regressam a Portugal um ano depois de terem actuado no festival Super Bock Super Rock. Na altura, o quarteto andava na estrada para promover "The Back Room", o álbum de estreia. Todavia, agora já contam com mais um disco - "An end has a start" -, que segue as mesmas pisadas da obra anterior, ou seja, pop rock indie notoriamente influenciado pelos Joy Division, salvaguardadas, claro, as devidas distâncias.

A primeira parte do espectáculo estará a cargo do quarteto londrino The Boxer Rebellion, formação praticamente desconhecida por cá.

Os primeiros acordes estão marcados para as 21 horas. Desconhece-se qual será a adesão de público ao concerto desta noite. Todavia, será pouco ou nada provável que se registe uma plateia assinalável, devido ao preço relativamente alto dos bilhetes: nada menos do que 30 euros.

À mesma hora, o cinema São Jorge recebe a primeira noite do festival Cosmopolis.

O cartaz reserva actuações dos portugueses Coldfinger, dos britânicos Grand National - colheita música de dança - e dos Young Gods, trio suíço bem conhecido do público português, já que actuou por cá mais do que uma dezena de ocasiões.


Todavia, urge alertar para um pormenor surpreendente, que poderá deixar muitos fãs espantados: os Young Gods, famosos por uma sonoridade rock industrial com artilharia electrónica e samples, vão apresentar, desta vez, um espectáculo acústico. Sim, é verdade: um concerto com guitarras acústicas, bateria e harmónicas.


A banda de Franz Treichler, Al Comet e Bernard Trontin vai seguir um alinhamento que passará por todos os álbuns da sua carreira, mas com as faixas completamente remodeladas. Resta saber como irá resultar tamanha ousadia radical na reinvenção da sua própria arte. Amanhã, os Young Gods tocam ainda em Portalegre, num concerto que decorrerá no Centro de Artes do Espectáculo.


Um dos propósitos desta digressão acústica passa pela gravação de um disco e de um DVD ao vivo, com edição prevista para meados de 2008. Durante a noite, o público do São Jorge terá ainda a oportunidade de assistir à projecção dos vídeos premiados no Vimus, o Festival de Internacional de Vídeo Musical da Póvoa de Varzim.


Amanhã, o festival Cosmopolis prossegue no Musicbox, uma sala junto ao Cais do Sodré. A programação reserva actuações do português Slimmy e do duo francês Pravda. O primeiro cruza referências da música de dança com uma postura rockeira. Os segundos prometem um caldeirão electrónico. Os bilhetes para o Cosmopolis são vendidos ao preço de 20 euros (São Jorge) ou oito euros (Musicbox).

publicado por JN às 00:01

link do post | comentar | favorito

Vídeos


Chris Jagger

Tags

todas as tags